Western Union quer 30 mil correspondentes no Brasil em até 5 anos

11 out, 2011 | Nenhum Comentário »

A Western Union começa a operar nesta segunda-feira no Brasil como banco múltiplo e corretora de câmbio com o objetivo de oferecer serviços de transferência de pequenos volumes de dinheiro, tanto dentro do Brasil quanto em operações internacionais.

A partir da licença para operar como banco, a Western Union poderá ampliar sua rede com a contratação de correspondentes bancários. Atualmente, são mais de 10 mil pontos de venda, sendo que o objetivo é alcançar 30 mil correspondentes num período inferior a cinco anos.

Parcerias com varejistas como Magazine Luiza e Riachuelo, por exemplo, já foram fechadas.

Com capital de cerca de R$ 50 milhões, o banco começa hoje a fazer transferências de recursos internas no Brasil, sem a necessidade de que as pessoas envolvidas na transação tenham conta corrente. A migração dos recursos é feita em minutos.

A partir de 2012, a Western Union também oferecerá cartões pré-pagos para viagem e para movimentação em reais, além de transferências de dinheiro entre pequenas empresas no exterior.

“Queremos atender aquelas pessoas que atualmente têm dificuldade para movimentar pequenos valores no Brasil”, diz Odilon Almeida, vice-presidente da Western Union Brasil.

Fonte: Carolina Mandl | Valor Economico

Tags: , , , , , ,

Comente