O que é risco de compliance?

14 set, 2014 | 2 Comentários »

Gestão de ComplianceSegundo as melhores práticas de mercado, podemos citar que a organização sempre corre o risco de sanções legais ou regulatórias, de perdas financeiras ou perda de reputação/imagem, e que infelizmente pode ocorrer como resultado da uma falha, ignorância ou por descuido no cumprimento/aplicabilidade de leis vigentes, regulamentos, código de conduta e ética que norteiam boa parte das atividades das organizações.

Agora é interessante que muitas organizações possuem profissionais com vasto conhecimento e estes profissionais são constantemente cobrados na busca e na aplicabilidade de normas e procedimentos externos e internos, que permitem que a organização esteja em conformidade com as regras do negócio, mas por motivos alheios a nossa vontade muitas organizações ficam expostas ao risco de compliance.

Em alguns momentos paramos para reflexão e na busca de entendimento dos motivos que levam a fragilizar os processos de uma organização, afinal para que possamos melhorar os resultados, devemos correr risco, que é inerente ao negócio, podemos citar as operações de crédito ou de venda a prazo, sempre corremos o risco de inadimplência, mas não podemos deixar de fazer o negócio, portanto as regras de compliance devem ser seguidas, pois a cada ação fora dos procedimentos é uma brecha que abrimos em nosso negócio. Acreditamos que o risco de compliance ainda necessita de melhor entendimento das pessoas que geram negócios para a organização.

Falar de programa de compliance é a coisa mais simples, fazer com que os processo realmente funcione, vai depender sempre da vontade da alta administração, e por mais que existam publicações, leis, normativos entre outros, vamos sempre esbarrar no entendimento que quem é responsável pela gestão, em um projeto finalizado nas últimas semanas, apresentamos normas e procedimentos para uma empresa, que ao final do projeto, o diretor presidente questionou a apresentação da seguinte forma: “bom agora temos as normas e os procedimentos qual o próximo passo?”

Respondi da seguinte forma: “construímos o corrimão da escada e os degraus serão construídos por vocês, pois ter normas e procedimento é um pequeno passo, fazer as pessoas respeitarem e cumprirem é o grande desafio…”, isto posto o diretor disse que isso iria dar trabalho, afinal compliance e controles internos vão além de processos e normas, precisam de respeito, disciplina e monitoramento.

* Marcos Assi é professor e consultor da MASSI Consultoria – Prêmio Anita Garibaldi 2014, Prêmio Quality 2014, Prêmio Top of Business 2014 e Comendador Acadêmico com a Cruz do Mérito Acadêmico da Câmara Brasileira de Cultura, professor de MBA na FIA, Saint Paul Escola de Negócios, UBS, Centro Paula Souza, USCS, Trevisan Escola de Negócios, entre outras, autor dos livros “Controles Internos e Cultura Organizacional”, “Gestão de Riscos com Controles Internos” e “Gestão de Compliance e seus desafios” pela Saint Paul Editora. www.massiconsultoria.com.br

Tags: , , , , , , , ,

2 Comentário
Comente »

  1. Professor, creio que no texto faltou um pouco mais detalhamento, principalmente no que tange à identificação dos Riscos de Complice e no direcionamento do tratamento, mesmo que visto de forma ampla. Estou fazendo uma pesquisa e é difícil encontrar material que trate do assunto com riqueza de detalhes, o que há geralmente é uma replicação dos conceitos de gestão de riscos, mas quase nunca abordado por área.
    Muito obrigado por compartilhar conhecimento.

  2. Tiago acho que não faltou não, pois, segundo as melhores práticas de mercado, podemos citar que a organização sempre corre o risco de sanções legais ou regulatórias, de perdas financeiras ou perda de reputação/imagem, e que infelizmente pode ocorrer como resultado da uma falha, ignorância ou por descuido no cumprimento/aplicabilidade de leis vigentes, regulamentos, código de conduta e ética que norteiam boa parte das atividades das organizações., se voce reparar isso tudo deve ser mapeado, o risco esta no compliance superficial, a falta de conhecimento do negócio, não permite um compliance preventivo, agradeço a atenção e carinho.

Comente