Fraude Contábil: Inquérito da PF mira sete executivos do banco PanAmericano

31 out, 2011 | Nenhum Comentário »

As investigações finais sobre as fraudes no PanAmericano levaram a Polícia Federal a apontar sete executivos como os autores dos crimes que provocaram rombo de R$ 4,3 bilhões no banco que era de Silvio Santos.

Nesta semana, a PF deverá concluir os indiciamentos dos sete dirigentes.

Intimados a depor nos próximos dias, Rafael Palladino, ex-presidente do banco, Luiz Sandoval, ex-presidente do grupo Silvio Santos, e Luiz Augusto Teixeira de Carvalho Bruno, ex-diretor jurídico, deverão deixar o prédio da PF em São Paulo já oficialmente acusados.

Na semana passada, foram indiciados Wilson Roberto De Aro, ex-diretor financeiro -apontado como um dos mentores do esquema-, e Adalberto Saviolli, ex-diretor de crédito e cobrança.

Marcos Augusto Monteiro, responsável pela contabilidade do banco, e Eduardo de Ávila Pinto Coelho, ex-diretor de tecnologia, compõem ainda o quadro de acusados da fase final do inquérito.

Na lista de acusados também está o mecânico Alexandre Toros, suposto “laranja” de Palladino nas fraudes.

Fonte: Flávio Ferreira, Julio Wiziack e Toni Sciarretta, Folha de S.Paulo

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Comente