Banif coloca à venda banco no Brasil

25 set, 2013 | Nenhum Comentário »

Em meio a um processo de reestruturação, o banco português Banif tenta colocar mais uma vez à venda sua subsidiária brasileira, que tem ativos de R$ 1,5 bilhão.

Em Portugal, um porta-voz não identificado do Banif afirmou a jornalistas de diversos veículos que espera vender a subsidiária brasileira até o fim do ano. Para auxiliá-lo no processo, contratou o Credit Suisse.

Valor apurou que o China Construction Bank (CCB) chegou a avaliar o Banif como um potencial banco a ser adquirido. Considerou, porém, o passivo elevado.

Não é a primeira vez que o Banif é colocado à venda. O banco já sondou o mercado a esse respeito em 2012. Também cogitou atrair um sócio para a operação brasileira.

O Banif encerrou o primeiro semestre deste ano com prejuízo de R$ 346,8 milhões. Só em provisão para créditos foram R$ 287,9 milhões, bastante superior aos R$ 20,8 milhões registrados em igual período de 2012. O banco diz que revisou o risco atribuído a uma série de clientes. Com isso, o ativo da instituição encolheu de R$ 2,3 bilhões, em junho de 2012, para R$ 1,5 bilhão. Desse total, R$ 1,1 bilhão são de operações de crédito.

As baixas acabaram por exigir mais capital da matriz. Um montante de R$ 384,4 milhões em dívidas subordinadas com a matriz foi convertido em capital. Isso assegurou ao grupo Banif um índice de Basileia de 14,16%.

A unidade brasileira da instituição portuguesa vem passando por uma série de ajustes. O Banif Banco de Investimento foi incorporado ao Banif Banco Internacional do Funchal, com o objetivo de reduzir custos e simplificar a estrutura.

As medidas fazem parte do plano revelado ao Valor em janeiro pelo presidente do banco português, Jorge Tomé. Na ocasião, o executivo disse que a ideia era concentrar o foco no atendimento a empresas médias e sair do mercado de varejo. Paralelamente, o Banif pretendia tirar do balanço seus ativos imobiliários, reunindo-os numa empresa à parte.

A venda de imóveis em Portugal e no exterior é uma das estratégias do grupo para reduzir sua alavancagem. Nas demonstrações financeiras do primeiro semestre, o banco afirmou que se dedicará a esse plano neste sementre. Em paralelo, acionistas do banco concluíram em agosto um aporte de € 40,7 milhões na instituição, cujo capital passou a ser de € 1,5 bilhão.

Nos últimos anos, o Banif foi castigado pela crise em Portugal. No Brasil, enfrentou dificuldades no financiamento a veículos e nos empréstimos consignados, segmentos dos quais já saiu.

© 2000 – 2013. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A.

Leia mais em:

http://www.valor.com.br/financas/3282016/banif-coloca-venda-banco-no-brasil#ixzz2fvp6jVwB

Tags: , , ,

Comente